segunda-feira, 29 de junho de 2015

Por 'dedada' em Cavani, jogador chileno está fora da Copa América


A Conmebol suspendeu o zagueiro Gonzalo Jara por três jogos pela "dedada" em Edinson Cavani durante as quartas de final da Copa América. Assim, o chileno está fora da competição e ainda perderá a estreia nas eliminatórias para Copa de 2018. 
Ele ainda recebeu 7,5 mil dólares de multa pelo ato anti-esportivo. A informação foi confirmada primeiramente pela federação chilena, que disse "não concordar, mas acatar" a decisão tomada neste domingo pelo brasileiro Caio Cesar Rocha (presidente do Comitê Disciplinar), o boliviano Alberto Lozada e o colombiano Orlando Morales. Depois, Lozada falou com a imprensa e disse que realmente o Uruguai pediu cinco jogos de suspensão, quanto o Chile quis apenas uma. "E o Tribunal decidiu por três jogos analisando os vídeos e o que disseram os jogadores", explicou o membro do comitê disciplinar da Conmebol. A ANFP pede, porém, que a comissão também seja rigorosa contra os sete uruguaios denunciados por ela: além de Cavani, Diego Godín, Fernando Muslera, José María Giménez, Jorge Fucile, Álvaro González e Christian Stuani. O defensor do Mainz 05 protagonizou o lance mais polêmico da Copa América nas quartas de final no Estádio Nacional de Santiago quando provocou dando uma "dedada" nas nádegas do atacante do Paris Saint-Germain, que revidou com um tapa em seu rosto em frente ao árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci.  Leia mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário