sábado, 30 de maio de 2015

Justiça concede indenização de R$ 100 mil a paciente que fez tratamento sem ter câncer

Após realizar tratamento de quimioterapia e radioterapia, um paciente ganhou direito a uma indenização de R$ 100 mil. De acordo com o jornal O Globo, a decisão do juiz Giordano Resende Costa, da 4ª Vara Cível de Brasília, ocorreu devido a um erro de dois laboratórios que realizaram o diagnóstico. 

Quando o material colhido foi encaminhado a um terceiro laboratório, três meses depois, constatou-se não haver tumor. "É forçoso reconhecer que houve falha nos serviços prestados por ambos os réus, na mesma proporção, pois nenhum deles emitiu laudo médico com diagnóstico correto e ambos indicaram a presença de uma neoplasia (tumor) maligna que não existia", afirma a sentença. 

O paciente alegou ter sido encaminhado a um cirurgião de cabeça e pescoço, que realizou uma coleta de material e enviou para o laboratório CIAP. Em defesa, o laboratório alegou que este diagnóstico "é difícil e, às vezes, impossível, se considerados apenas os exames histológicos". Ainda há a possibilidade de recorrer à decisão. Imagem Instrutiva/G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário