domingo, 31 de maio de 2015

Holandeses decidem morar em favela do Rio para aprender sobre políticas públicas

Foto: Reprodução / Wikipedia
Um grupo de 27 jovens holandeses resolveu morar em uma favela brasileira para aprender na pele o seu objeto de estudo para o trabalho de conclusão do curso. O tema dos jovens, que estudam na Universidade de Utrecht, é identificar “quais são os efeitos de iniciativas holandesas e das políticas brasileiras de desenvolvimento social em torno da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos na segurança, na coesão social e na economia do Rio de Janeiro?”. Segundo O Globo, as 18 meninas e nove meninos fecharam um hostel no Morro da Babilônia, no Rio de Janeiro, para analisar a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) e seus benefícios para os moradores. “É legal esse contato com as pessoas, porque vamos viver um tempo por aqui. Acho que teremos uma impressão real da vizinhança, e não apenas como turistas. As pessoas nos reconhecem, nos dão ‘oi’, param para tomar um café com a gente”, afirma Noortse, um dos participantes. Ao todo, o projeto deve durar sete semanas. Durantes as três primeiras, os holandeses já jogaram futebol com crianças, ajudaram a reconstruir um telhado destruído pela chuva e até tomaram cerveja com o prefeito Eduardo Paes. No final da viagem, os universitários devem preparar dez artigos, que posteriormente se tornarão um livro. O trabalho será divulgado em novembro, durante um simpósio de Utrecht. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário