domingo, 31 de maio de 2015

CAMACAN-BA: MPT interdita Malwee por falhas na segurança

O descumprimento de uma série de normas legais de segurança do trabalho fez com que o Ministério Público do Trabalho (MPT) interditasse na tarde da última quinta-feira (28/05) máquinas e equipamentos na fábrica da Confecções Camacan Ltda., responsável pela fabricação de produtos Malwee, localizada na Avenida dos Pinheiros, no centro da cidade. Com a interdição, realizada através de notificação recomendatória logo após ação de fiscalização, as atividades na planta ficam suspensas, sem prejuízo para a remuneração dos cerca de 750 funcionários da empresa no município. A Malwee já foi inspecionada quatro vezes pelo MPT e outra vez pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MPT). Em todas essas vezes, foram encontradas inúmeros irregularidades, mas a empresa, apesar de ter sido notificada, não se mobilizou para corrigi-las. Um inquérito civil apura estas e outras irregularidades, como a cronometragem do tempo de acesso aos sanitários, a recusa em receber atestados médicos, a cobrança excessiva de metas, a subnotificação dos acidentes de trabalho e diversos casos de doenças ocupacionais osteomusculares decorrentes de esforços repetitivos. Agora, o procurador estuda a possibilidade de ingressar com ação civil pública na Justiça do Trabalho com pedido de indenização por danos morais coletivos. (Teixeira News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário