quarta-feira, 29 de abril de 2015

Reação a fuzilamento pode custar caro à economia brasileira, diz embaixador

Após ser condenado à pena de morte por ter tentado entrar com 6 kg de cocaína escondido em pranchas de surfe na Indonésia, o brasileiro Rodrigo Gularte foi fuzilado nesta terça-feira (28).

Desde o início do ano, quando a país asiático anunciou que procederia às execuções de condenados por tráfico, a defesa do brasileiro tentou impedir o procedimento, mas não teve êxito. A alegação era a de que, como o brasileiro foi diagnosticado com esquizofrenia, as autoridades indonésias deveriam rever sua pena e transferi-lo para um hospital.

No último domingo, o Itamaraty divulgou uma nota diplomática, documento que serve para expressar contrariedade de um governo, pedindo que as autoridadas de Jacarta considerassem a questão humanitária e a situação de saúde de Gularte. Também não adiantou. Foto: Arquivo pessoal ==Fonte: IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário