quinta-feira, 30 de abril de 2015

PM vira piada com sangue falso após massacre de professores

Enquanto professores ensanguentados tiveram suas fotos (reais) divulgadas pela imprensa desde a última quarta-feira (29), quando um protesto repreendido violentamente pela Polícia Militar transformou Curitiba em um cenário de guerra, um PM divulgou uma foto de si mesmo insinuando que também havia sido ferido. O sangue, no entanto, não passava de tinta. A própria Polícia Militar do Paraná confirmou a informação à BBC. "Este é o produto de uma bomba usada como munição menos letal. É usada para marcar pessoas que estão envolvidas nos protestos", informou a PM. A foto com o sangue falso viralizou nas redes sociais, e o PM Umberto Scandelari virou alvo de piadas. Após a polêmica, ele não quis se pronunciar. Mais Reprodução/Facebook, Giuliano Gomes/Estadão Conteúdo, Maurilio Cheli/SMCS/Montagem BOL/30.abr.2015 

Nenhum comentário:

Postar um comentário