quinta-feira, 30 de abril de 2015

CGU planeja abrir vagas de níveis médio e superior; salários serão de até R$ 15,3 mil

Camila Diodato e Yahell Luci Lima
AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, RO, RR, SC, SP, SE, TO
A Controladoria-Geral da União (CGU) planeja abrir concursos públicos para a contratação de mais de 697 profissionais em diversas áreas de atuação.

De acordo com o responsável pela área de comunicação do órgão, no dia 1º de abril foi solicitada, ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), a abertura de dois concursos e ambos encontram-se sobre análise neste momento.

O primeiro deles destina-se a 620 vagas para o cargo de analista de finanças e controle, que exige formação superior e apresenta vencimentos de R$ 15.376,70, já incluindo o auxílio-alimentação de R$ 373.

Já o segundo pedido é referente a outras 77 ofertas para funções de nível superior nas carreiras de arquiteto (4), engenheiro civil (5), engenheiro eletricista (2), engenheiro mecânico (2),administrador (40), médico 20h (8), assistente social (2), psicólogo (2) e contador (12).

Oportunidades de nível médio
Além dos pedidos para postos de nível superior, a CGU discute internamente uma proposta para a abertura de 876 vagas para técnico de finanças e controle, ofício que requer nível médio e oferece salário de R$ 6.065,36, tal valor já inclui auxílio-alimentação. 

Em setembro de 2014, o órgão já havia solicitado ao Ministério do Planejamento o provimento desses cargos. Porém, em janeiro deste ano, o pedido foi devolvido para análise pelo novo ministro-chefe da Controladoria-Geral da União. Agora, tal solicitação é analisada pela CGU e deve ser reencaminhada em breve ao MPOG.

Lotação
Quanto aos locais de trabalho, o concurso CGU poderá apresentar vagas na sede, que fica em Brasília (DF), e nas unidades regionais, localizadas em todos os Estados do país.

Último concurso
O último concurso da Controladoria-Geral da União aconteceu em 2008. Foram abertas 400 vagas, sendo 220 para analista de finanças e controle e 180 para técnico de finanças e controle. As oportunidades foram distribuídas entre a sede e as unidades dos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Na ocasião, a banca organizadora foi a Esaf (Escola de Administração Fazendária) e o processo seletivo ocorreu por meio de prova objetiva de conhecimentos básicos, específicos e especializados, além de um teste discursivo, para analista; e de avaliação objetiva de conhecimentos gerais e específicos para técnico. http://jcconcursos.bol.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário