terça-feira, 31 de março de 2015

Famílias entram na Justiça para receber moradia após saída de Belo Monte

Mais de 500 famílias de Altamira (PA) que terão de ser deslocadas por causa da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte procuraram ajuda da Defensoria Pública da União (DPU), nos últimos dois meses, para buscar direitos relativos à moradia. Cerca de 120 casos estão resolvidos, mas, por falta de acordo, muitos estão sendo levados para a Justiça. 

"O princípio básico é que todas as pessoas que forem retiradas de suas casas recebam outra moradia, e isso não estava sendo respeitado à risca. Estamos lá para fazer valer esse direito à moradia, para que quem era morador da área receba uma nova casa", explica o defensor público Francisco Nóbrega, um dos coordenadores da força-tarefa que está em Altamira. 

As pessoas com casas na área que será alagada pelo reservatório da hidrelétrica têm direito a uma indenização ou a uma das moradias que estão sendo construídas pela Norte Energia, responsável pela usina. Leia mais em: http://zip.net/bgq1tX

Nenhum comentário:

Postar um comentário