terça-feira, 31 de março de 2015

Aperto fiscal reduz gasto do PAC em 31,8%

A ausência de lei orçamentária e o cofre do governo trancado pelo ajuste fiscal derrubaram os gastos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) a dois terços dos valores verificados no ano passado. De acordo com dados levantados pelo Contas Abertas, os valores pagos até o fim de fevereiro somaram R$ 7,5 bilhões, ante R$ 11 bilhões em 2014, queda de 31,8% nos dispêndios do chamado “PAC Orçamentário”, monitorado por meio do Siafi. A cifra inclui investimentos e também gastos com custeio e inversões financeiras (aquisições como imóveis e bens) relacionados ao programa.

O jornal O Estado de S. Paulo publicou recentemente levantamento mostrando que há pelo menos 30 grandes obras paradas em todo o país, principalmente por causa dos efeitos da operação Lava Jato, que afetou a Petrobras e as gigantes da construção civil, e também por causa do aperto fiscal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário