sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

PSDB renuncia ao “auxílio-cônjuge” de Eduardo Cunha

Interpretem como quiserem, mas os tucanos vão anunciar logo mais que não querem facilidades para seus maridos e esposas viajarem à Brasília. A bancada do PSDB anunciará que vai renunciar ao benefício ressuscitado por Eduardo Cunha ontem – a Câmara aprovou projeto que a obriga a pagar as passagens dos cônjuges até a capital.  Por Lauro Jardim, Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário