sábado, 31 de janeiro de 2015

Google muda tradutor após ONG de defesa dos direitos LGBT alertar sobre termos pejorativos

O Google modificou seu aplicativo de tradução após uma ONG de defesa dos direitos LGBT alertar que a palavra "gay" era traduzida de forma pejorativa. Antes, o Google Translate listava como possíveis traduções para a palavra "invert" ("invertido), "faggot" e "poof" (podem ser traduzidas como "veado"). Segundo informações da Folha de S.Paulo, o mesmo acontecia quando a tradução do inglês para o espanhol era feita. "Maricas", "afectado", "dama" e "maricón" eram palavras traduzidas. A ONG All Out comunicou ao Google e lançou petição online, que reuniu cerca de 52 mil assinaturas. "O problema não é existir o termo veado no Google Translate, e sim o programa dizer que um termo neutro como gay é o mesmo que uma palavra negativa. Não é. E as palavras têm poder", disse Leando Ramos, membro brasileiro da ONG, à Folha de S. Paulo. Em nota, o Google disse que assim que soube que algumas traduções ofereciam resultados inapropriados, imediatamente começou a trabalhar para resolver o problema. "Nós nos desculpamos por qualquer ofensa que isso possa ter causado às pessoas. Nosso sistema produz traduções automáticas baseadas em traduções já existentes na internet, agradecemos quando usuários indicam problemas como esses",finalizou. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário