sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Economia mundial ruim já afeta preço do cacau

Perspectivas de menor crescimento econômico em países desenvolvidos e em desenvolvimento estão pressionando os contratos futuros do cacau, principal ingrediente do chocolate e uma das commodities de melhor desempenho em 2014. 
No ano passado, a demanda de países emergentes, como Índia e China, ajudaram a sustentar uma elevação das cotações da amêndoa ao nível mais alto em três anos e meio. No entanto, os futuros do cacau encerraram a quarta-feira (28/1) na mínima em um ano e acumulam baixa de 6,7% desde o início de 2015 na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). Investidores esperam que as baixas continuem, acompanhando a menor demanda na América do Norte, na Europa e também na Ásia. O processamento nessas regiões caiu 8,9% no quarto trimestre de 2014, totalizando cerca de 590 mil toneladas, pior desempenho em mais de dois anos. Os dados de processamento são considerados um termômetro da demanda por cacau. A demanda cai por causa das perspectivas de menor crescimento econômico em muitos mercados emergentes, onde a ascensão da classe média nos últimos anos impulsionava o consumo de chocolate. Em países desenvolvidos, as vendas caíram com a alta dos preços do cacau. Informações do Mercado do Cacau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário