terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Lei de Roseana dá à ex-governadora direito a nomear assessores pessoais por 4 anos

Roseana tem pensão vitalícia de R$ 24 mil por ser ex-governadora e já tem direito a R$ 23 mil por ser funcionária aposentada do Senado

A ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB) terá poderes para nomear livremente, a partir de 1º de janeiro, quatro servidores para ajudá-la em atividades de apoio pessoal pelos próximos quatro anos. Terá também à sua disposição um carro oficial para seus deslocamentos. Essas regalias estão previstas em uma lei estadual sancionada no último dia 18, atendendo a um projeto de lei enviado por ela em novembro.

Seis dias antes, Roseana já havia sido beneficiada por uma pensão vitalícia no valor de R$ 24 mil por ser ex-governadora. Ela ainda tem direito a outros R$ 23 mil por ser funcionária aposentada do Senado.

A nova lei que se refere à equipe de apoio para Roseana altera uma legislação de novembro 2006, sancionada pelo então governador José Reinaldo Tavares (PSB), adversário político da família Sarney. Essa norma já assegurava a ex-governadores a possibilidade de contar com uma equipe pessoal para assessorá-los após o término do mandato. RICARDO BRITO E BERNARDO CARAM - O ESTADO DE S. PAULO

Nenhum comentário:

Postar um comentário