quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Liberou preços e deixou nas mãos de Deus

Fotos: ABCNews
Você já ouviu alguém dizer: "vou deixar meu negócio nas mãos de Deus"?
Foi o que fez a dona de um restaurante que estava operando no vermelho. As contas iam mal.
Mas Dana Parris persistiu e tomou uma atitude que não se aprende na escola.
Ela "deixou nas mãos de Dues" e liberou os clientes para pagar o quanto quiserem pelas refeições.
O resultado? A receita da casa triplicou. 

O restaurante, chamado Just Cookin', fica em em Dallas, na Carolina do Norte, EUA.

"Estamos em uma cidade muito pequema, de faculdade, e no verão o negócio só vai para baixo. Eu estava orando e orando, e este negócio é um negócio de Deus, mas eu não acho que eu estava dando [o restaurante] totalmente nas mãos de Deus ", disse Parris, de 52 anos, à ABC News. 

"A caixa registradora é a parte que eu estava segurando. Eu finalmente desisti de controlá-la e tem sido uma bênção", completou.

Ela colocou no restaurante uma placa que diz: "Qual é o nosso valor? Estou colocando minha fé em minha caixa registradora... Sem os preços ... sem totais ... você paga o que você acha que a sua refeição vale a pena !!! "
Desde então os clientes começaram a aparecer.

Alguns pagam o preço certo da refeição. Outros não pagam. E outros dão dinheiro a mais para ajudar a pagar a refeição dos que estão sem dinheiro. 

"Os clientes deixam dinheiro extra e dizem que isso é para a próxima pessoa que virá. Nós não queremos que ninguém se sinta mal quando chega. Se alguém diz que quer pagar apenas o preço do menu regular, tudo bem também. Não estamos forçando ninguém a fazer nada. "

Nas mãos de Deus
"Estou aqui às cinco, todas as manhãs. Eu abri o negócio e eu estou trabalhando hoje até fechar. Eu não fico em casa dizendo: Deus vai fazer. Não é disso que se trata. Trata-se de aplicar a minha fé a todos os aspectos deste negócio."

Um cheeseburger no Just Cookin ', costumava custar para US $ 3, cerca de R$ 7,50. Agora, ele custa o que o cliente quiser pagar.

Parris tinha planejado fazer a promoção por apenas uma semana, mas a ideia tem ido tão bem que ela não sabe quando isso vai acabar.

"Eu acho que eu vou deixar levar. Eu não tenho certeza sobre o lucro real ainda, mas nossas receitas quase triplicaram e os meus cheques de clientes triplicaram também ", disse ela. 

"Estou impressionada. É impressionante", concluiu.
Com informações do GMA/Yahoo/Matéria sugerida por Karen Gekker

Nenhum comentário:

Postar um comentário