terça-feira, 30 de setembro de 2014

Chega a 54% o número de candidatos religiosos à Câmera

O número de candidatos a deputado federal que se apresentam com títulos religiosos – padre, pastor, missionário, bispo e outros – cresceu 54% nas eleições de 2014 em comparação com o pleito de 2010. Um levantamento feito por um jornal do país identificou nos registros da Justiça Eleitoral encontrou 108 postulantes à Câmara que buscam votos com “nomes para urna” que fazem menções a crenças religiosas. Em 2010, foram 70. Apenas candidaturas que constam como deferidas pela Justiça foram consideradas para essa comparação. Em 2014, os postulantes a deputado federal com títulos religiosos são 1,87% dos 5.774 candidatos à Câmara cujas candidaturas foram oficializadas pelo Judiciário. Também é um aumento em relação a 2010, quando essas candidaturas representaram 1,43% dos 4.903 concorrentes. Entre as duas proporções, o aumento foi de 30,7%. Hoje, apenas cinco deputados se apresentam assim. Equivalem a 0,97% dos 513 integrantes da Casa. As bancadas religiosas, porém, são maiores. São integradas por parlamentares sem títulos religiosos. Leia mais AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário