segunda-feira, 30 de junho de 2014

COLÔMBIA: Bogotá registra 8 mortes em comemorações por vitória na Copa

REUTERS/John Vizcaino
Torcida da Colômbia assiste a jogo da seleção em Bogotá
Bogotá - As comemorações pela classificação da Colômbia às quartas de final da Copa do Mundo, após a vitória de ontem por 2 a 0 sobre o Uruguai, tiveram a morte de oito pessoas em Bogotá, informou neste domingo o prefeito da cidade, Gustavo Petro.

"É muito ruim o balanço da comemoração da partida de ontem em Bogotá. Em breve serão comunicados mais dados. Em hospitais morreram oito pessoas", disse Petro em mensagem divulgada em sua conta no Twitter.

Ainda ontem à noite foi divulgada a morte de uma mulher de 25 anos atingida por um tiro em Bosa, uma área popular da capital, mas ainda não há detalhes sobre os outros mortos.

Após a morte de nove pessoas em Bogotá na comemoração da primeira vitória da Colômbia na Copa, no 3 a 0 sobre a Grécia do dia 14 de junho, as autoridades locais impuseram uma série de medidas para evitar atos violentos.

Essas medidas, como a lei seca (proibição de compra, venda e consumo de álcool), que regeram durante todo o dia, deram resultados nos dois encontros seguintes da seleção, que foram disputados durante semana, já que não foram registradas mais mortes.

A lei seca foi repetida em outras cidades do país como Cali, Cúcuta, Valledupar e Bucaramanga, assim como em seis departamentos, entre os quais estão Boyacá, Córdoba e o Valle del Cauca.

Em algumas dessas regiões foram impostas outras medidas, como o toque de recolher para menores de idade, a proibição de compra e venda de farinha ou espuma, elementos utilizados durante os festejos, ou a proibição do porte de armas.

Faltando um relatório com dados de todo o país, as autoridades também informaram sobre um homicídio no município de Sogamoso, no departamento de Boyacá. http://exame.abril.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário