sábado, 31 de maio de 2014

Carro da Google funciona sem motorista: vídeo dos testes


Foto: divulgação
A Google acaba de apresentar ao mundo o protótipo do seu "Self-Driving Cars", carro que vai funcionar sem motorista, sem volante, freio, nem acelerador.
É isso mesmo! Ele é capaz de circular em segurança sem qualquer intervenção humana.
Os testes dos protótipos, feitos nas ruas de Mountain View, na Califórnia, EUA, tiveram resultados animadores.
Os veículos conseguiram, com sucesso, contornar obstáculos sem incidentes. 
Segundo a Google, a ideia do projeto de construção destes carros autônomos é livrar as pessoas do "fardo" de dirigir.
O "Self-Driving Car" permite, por exemplo, a circulação de condutores alcoolizados e distraídos" pelas estradas, ou que "os idosos consigam manter a liberdade mesmo que não consigam mais dirigir.
"Estamos explorando como poderá ser a aparência de veículos totalmente independentes através da construção de protótipos, desenhados para que os carros operem com segurança e de forma autônoma, sem necessitar de intervenção humana", explica, no blog da empresa, o diretor do projeto "Self-Driving Cars", Chris Urmson.
Tecnologia
De acordo com Urmson, "todo o trabalho será feito por 'software' e sensores” e o passageiros só precisará apertar um botão para andar e parar o veículo.
“Esse é um passo importante no sentido do aumento da segurança rodoviária e da transformação da mobilidade para milhões de pessoas". 
Os carros sem condutor da Google "têm sensores que identificam os ângulos e conseguem detectar objetos a uma distância equivalente a mais de dois campos de futebol em todas as direções," diz Urmson.
Velocidade
Os primeiros protótipos conseguem circular a uma velocidade de cerca de 40km/h.
Eles têm uma tela que mostra ao viajante a rota que vai seguir.  
A Google planeja construir cerca de 100 protótipos para novos testes ainda este ano.
Veja como foi a experiência de alguns passageiros a bordo do protótipo do carro sem condutor. http://sonoticiaboa.band.uol.com.br/noticia.php?i=4965

Nenhum comentário:

Postar um comentário