quarta-feira, 30 de abril de 2014

Torcedor que atirou banana em Daniel Alves é preso na Espanha

A polícia espanhola anunciou na manhã desta quarta-feira (30/04) que o torcedor que atirou uma banana no brasileiro Daniel Alves, durante a vitória do Barcelona sobre o Villarreal, no último domingo, foi preso.

David Campayo Lleo, de 26 anos, será enquadrado no artigo 510 do Código Penal espanhol, que prevê punição de até três anos para "aqueles que provocarem discriminação, ódio ou violência contra grupos ou associações por motivos racistas, anti-semita ou outras".

Na segunda-feira, um dia após o jogo no Madrigal, o Villarreal anunciou que o torcedor havia sido identificado e que ele seria multado e banido para o resto da vida do estádio. Segundo o 'Sport', jornal catação, Lleo seria funcionário do clube.

Em comunicado, o Barcelona também se manifestou e elogiou o apoio do Villarreal. "Sua condenação pública e imediata às agressões registradas em El Madrigal vão na direção correta", registrou o clube catalão.

Após a polêmica partida, Daniel Alves disse que já vem sofrendo com a descriminação há 11 anos, desde que deixou o Brasil para atuar no futebol espanhol, mas assegura que se cansou de vez: "Tenho que rir desses retardados", disparou.

A atitude do ala da seleção brasileira foi elogiada pelo atacante Neymar, que usou as redes sociais para iniciar uma campanha contra o racismo - com a ajuda de uma agência de publicidade. A hashtag 'Somos Todos Macacos' ganhou apoio maciço de esportistas e celebridades, além da presidente do Brasil, Dilma Rousseff.

Com a bola rolando, Daniel participou dos dois tentos de empate de sua equipe, cruzando as bolas na área que acabaram resultando em gols contra do Villarreal, primeiro com o brasileiro Gabriel Paulista, ex-Vitória, depois com Musacchio - o Barça ganhou por 3 a 2. Fonte: Com informações do Msn

Nenhum comentário:

Postar um comentário