terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Porto Sul acabou: Governo anuncia fim da falácia

O Porto Sul nunca chegou, verdadeiramente, ao papel, mas povoou o imaginário politico petista e dos seus aliados, sustentou bate-boca com a oposição desinformada, garantiu a retórica vazia nos palanques, retorna ao lugar de onde nunca havia saído.
Sexta-feira (27) , o governo federal, através da Secretaria de Portos da Presidência da Republica (SEP), informou que “desistiu do seu projeto de construir Porto Sul. Será concedida autorização para que uma empresa construa um terminal privado na mesma região.”(?)
Risível e até gargalhável. O terminal privado em questão é a ponte offshore que a Bamin vai construir, ou pelo menos tem pretensões. Para que o projeto da mineradora estrangeira seja concretizado é necessário que aja determinação por parte do governo baiano e Governo é o que falta a Bahia, neste momento. 
A falácia sobre o tal Porto Sul começou por volta de 2010 e em 2012, diziam-no incluído num pacote que previa investimentos de R$ 54 bilhões para o setor portuário até 2017. O Governo anunciava que construção do terminal custariam cerca de R$ 1 bilhão. 
Com foguetórios, arrocha e axé, na época, tais noticias geraram o alvoroço alvissareiro para as urnas governistas. Mas, tudo tem limite. O projeto fantasma do porto, a ferrovia que tem início no fim do mundo corta lugar nenhum e chaga a Ilhéus, a duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna não se sustentam mais. Apenas, e por enquanto, só as cabanas brancas da ponte invisível teimam em ocupar o espaço na praia da Avenida Dois de Julho. 
Em meio a certezas uma informação é preocupante e passa despercebida. O governo não sabe o que vai fazer, ou qual destino vai dar, o porto de Ilhéus. Esse, sucateado e assoreado, aos poucos vai se transformando numa praia segura para quem não sabe nadar. http://jonildogloria.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário