terça-feira, 31 de dezembro de 2013

FHC repete Passarinho ao defender Lula da acusação de alcaguete da ditadura: "Às favas todos os escrúpulos"

FHC repete o coronel Jarbas Passarinho, ao defender Lula da acusação de dedo-durismo durante a ditadura:
"Às favas os escrúpulos".

O livro Assassinato de Reputações continua boicotado pelas livrarias, TVs, jornais, rádios e universo político, inclusive oposição. Aliás, a oposição nem teria por que boicotar o livro, já que nem uma só linha ataca os seus interesses - até pelo contrário.

. O que há, que justifique todo o silêncio ensurdecedor de tanta gente ?

. Certamente o que move todos eles é também o que moveu o ex-presidente FHC a dizer que não acredita na informação de Tuma Júnior, segundo quem o ex-presidente Lula foi alcagüete da ditadura. FHC foi questionado no Manhattan Connection por Diogo Mainardi e respondeu que não acreditava na história.

. FHC não leu e não acreditou. Ele não examinou as 22 páginas da denúncia pormenorizada (leia link a seguir com toda a história verdadeira) e mesmo assim não acreditou. Para quem foi comensal de Lula no Aerolula, há menos de um mês, em visita ao Papa, nem tudo o que parece é, bastando usar a dialética esperta cultivada pelas raposas felpudas da baixa política. Acontece que dialética alguma pode afrontar a verdade dos fatos. FHC e Lula foram companheiros no final da ditadura, logo que FHC voltou do exílio e nem sabia que Lula era alcaguete da ditadura, caminhando os dois em marchas pela redemocratização. Mais tarde criaram seus Partidos, PT e PSDB, mas nunca deixaram de se proteger. No caso do Mensalão, FHC evitou a cassação de Lula. FHC sequer se surpreende com o silêncio ensurdecedor de Lula e do PT. Não há reação alguma. A tática é matar as denúncias no silêncio. Ninguém fala - e o assunto acaba morrendo. Em seguida, passado o efeito, Lula e o PT voltam a atacar. 

. Essa gente toda se protege, mesmo quando o adversário passa dos limites e forja dossiês para desmoralizar a própria mulher.

. FHC não é pior do que Prestes, que subiu ao palanque de Getúlio Vargas, mesmo depois de ter sido preso por ele durante 10 anos e ter sua mulher, Olga, enviada do cárcere para a morte nas câmaras de gás de Hitler.

. Escrúpulos ?

. Vale, no caso, a célebre frase do coronel Jarbas Passarinho, ao saltar da dúvida para a rendição moral, ao assinar o Ato Institucional número 5:


- Às favas, senhor presidente, neste momento, todos os escrúpulos de consciência."

CLIQUE AQUI para ler todos os dados - personagens, locais, datas, fatos - que demonstram que Lula foi alcaguete do Dops e da ditadura militar, atuando sob o codinome Barba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário