segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

BA: Governador transfere a ONGs quatro vezes mais verbas que para prefeituras

Um dos assuntos de maior repercussão na noite do ultimo dia (26/12), na Assembleia Legislativa, foi a farra de transferência de verbas do governo para organizações não governamentais diversas, numa apontada desproporção entre as iniciativas do Estado com prefeituras e com entidades privadas. O deputado Bruno Reis, vice-líder da oposição, sintetizou a questão: “Essas entidades todas, que ninguém conhece, levaram 1 bilhão e 300 milhões de reais do governo, enquanto os prefeitos de 417 municípios, no mesmo período, tiveram apenas 300 milhões”. Citando dezenas de convênios e entidades, que representam centenas de milhões de reais, “sabe-se lá para fazer o quê”, como frisou, Bruno foi irônico ao informar que “a Associação da Divina Providência do Amparo do Espírito Santo recebeu R$ 14 milhões”. Ante a observação de deputados governistas, de que as entidades se dedicam a projetos importantes na vida de comunidades carentes, o deputado indagou se “o Movimento de CulturaPopular do Subúrbio, que recebeu 2 milhões e 300 mil, construiu alguma cisterna”. (Fonte: Por Escrito)

Nenhum comentário:

Postar um comentário