sábado, 30 de novembro de 2013

Semp Toshiba fecha fábrica na Bahia e demite 200 funcionários

A Semp Toshiba Informática encerrou as atividades na Bahia na sexta-feira, dia 29. Depois de quase 14 anos, a fábrica de notebooks e desktops, localizada em Águas Claras, região metropolitana de Salvador, foi transferida para a Zona Franca de Manaus (AM), onde a empresa produz aparelhos de áudio e vídeo. "Estamos buscando maior eficiência operacional. Tínhamos duas unidades fabris de informática (Salvador e Manaus) e agora vamos concentrar as nossas operações em Manaus", afirma o vice-presidente da Semp Toshiba, Ricardo de Santos Freitas. Ele observa que alguns trabalhadores que desempenhavam funções em áreas de chefia em Salvador poderão ser aproveitados em Manaus ou em São Paulo. Mas a maioria dos 200 funcionários será demitida. A ida da unidade de informática para a Zona Franca de Manaus é mais um passo na reestruturação do grupo, que foi pioneiro na produção de TVs. As mudanças começaram em maio deste ano, com a volta para o dia a dia da empresa de Affonso Brandão Hennel. Ele deixou sua aposentadoria para tentar recolocar no rumo a companhia fundada por seu pai em 1942, que vinha acumulando anos sucessivos de prejuízos. A divisão de informática foi um dos fatores que desequilibraram o grupo. Do prejuízo de R$ 109 milhões registrado no ano passado, mais da metade veio da informática (R$ 60 milhões). O segmento também perdeu importância no faturamento global. Contribuiu com R$ 420 milhões ou 28% para a receita de R$ 1,5 bilhão em 2012. No passado recente, a divisão de informática era tida como a joia da coroa da companhia: chegou a faturar perto de R$ 800 milhões, quando a receita total do grupo passava de R$ 2 bilhões. Nessa época, a fábrica de Salvador empregava 500 trabalhadores e produzia 1 milhão de computadores por ano. Segundo Freitas, a meta é trazer o segmento de informática para o nível atingido no passado. Isto é, responder por um terço do faturamento. Outro objetivo é ampliar as vendas nesse segmento, que reúne itens que são objeto do desejo dos consumidores, como o tablet. (A Tarde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário