sexta-feira, 29 de novembro de 2013

No Brasil, 16% dos homens admitem que já agrediram a companheira


Arte UOLQuase um sexto da população masculina brasileira com mais de 16 anos – cerca de 8,8 milhões de pessoas – admitiu já ter agredido sua companheira, atual ou ex, e 12% já foram violentos com sua parceira atual. Os dados são da pesquisa "Percepções dos Homens sobre a Violência Doméstica contra a Mulher", encomendada pela Avon e divulgada nesta sexta-feira (29). O levantamento, feito pelo instituto Data Popular, ouviu 1.500 pessoas de 50 municípios em todas as regiões do país.


As agressões mais comuns são os xingamentos (53%), seguidos por empurrões (19%), agressões com socos e tapas (12%) e ameaças (9%).
O levantamento mostra que, apesar de 16% admitirem ter sido violentos, 41% conhecem um homem que já agrediu a parceira.

Agressores apanharam dos pais

De acordo com a pesquisa, 81% dos homens agressores que participaram do levantamento apanharam do pai, da mãe ou de algum outro adulto quando eram crianças, enquanto que, quando levados em conta os homens não agressores, esse número cai para 68%.

Lei Maria da Penha

A Lei Maria da Penha, que cria serviços de atendimento e para mulheres vítimas de violência doméstica e tipifica essas agressões como crime, é vista por 36% dos homens ouvidos na pesquisa como responsável pelo aumento do desrespeito das mulheres com os homens.
A pesquisa foi feita pelo Instituto Avon – empresa do ramo dos cosméticos que tem parceria com a secretaria desde 2008 – e o Data Popular, com apoio da Secretaria de Políticas para as Mulheres, do governo federal. Leia mais em: http://zip.net/bslFrk

Nenhum comentário:

Postar um comentário