quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Casal homossexual é impedido de participar de promoção em churrascaria

UOL
Um casal homossexual de Piracicaba (164 km de São Paulo) vai processar uma churrascaria da cidade por preconceito e discriminação. M. S. R., 24, e C. R. de S., 23, registraram boletim de ocorrência contra o estabelecimento alegando que foram impedidos de participar de uma promoção para casais na noite de domingo (27).

Segundo C., há alguns dias ele ligou na churrascaria para perguntar se havia uma promoção para casal e foi informado que o casal pagaria R$ 68 pelo rodízio. O preço normal é R$ 40 por pessoa.

"Quando me falaram o preço promocional eu disse que iria com meu namorado, aí o atendente disse que o desconto só valia para homem e mulher e desligou o telefone na minha cara, mas eu deixei passar, não percebi que já era uma atitude preconceituosa", disse.

Ainda segundo ele, no domingo, os dois decidiram ir até a churrascaria para aproveitar a oferta, mas quando chegaram foram informados que não havia nenhuma promoção para casal.

"De qualquer forma, decidimos comer, quando eu peguei meu prato e comecei a me servir, chegou um casal de homem e mulher e perguntou também sobre a promoção. O funcionário disse que ele pagaria R$ 40 e ela R$ 28. Aí fomos questionar, dissemos que temos união estável, mas mesmo assim disseram que não teríamos o preço para casal."

Nenhum comentário:

Postar um comentário