segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Mulheres que dirigem geram crianças com problemas de saúde

Um xeque da Arábia Saudita advertiu que as mulheres que dirigem prejudicam os seus ovários e a região pélvica, gerando bebês com várias problemas de saúde. De acordo com as leis do país, as mulheres são proibidas de dirigir.
Muçulmana ao volante / Foto: Reuters
Salah al-Luhaydan disse ao site "sabq.org" que guiar carros prejudica não apenas a saúde das mulheres, como também tem um impacto psicológicosobre elas. 
"A psicologia e a medicina estudaram a questão e concluíram que dirigir afeta automaticamente os ovários e prejudica a pélvis. Por isso, crianças nascem com problemas clínicos de vários graus", disse o xeque. 
Dois anos atrás, um relatório do mais alto conselho religioso saudita afirmou, citando "dados científicos", que pôr fim à proibição de mulheres ao voltante deixaria mais sauditas inclinados à homossexualidade e à pornografia e causaria mais divórcios, de acordo com o "Daily Mail". Segundo o relatório, países islâmicos que permitem mulheres ao volante já experimentam um"declínio moral".

Nenhum comentário:

Postar um comentário