segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Esvaziem as gavetas: Reforma ministerial é daqui a 15 dias

20130929-092109.jpg
Duas coisas a Dilma detesta, necessariamente nesta ordem: o “Coisa-ruim” e vazamento de conversas suas com ministros. Ela já dissolveu o conselho político só por isso.
Só que, desta vez, ela não vai ficar com raiva. E, se ficar, não vai poder punir o vazador. Ela não deve ficar com raiva porque a notícia servirá de alerta aos que estão pensando diferentemente do que a sua decisão. E, segundo, a confidência foi feita em, pelo menos, duas conversas distintas com distintos ministros, no sentido de pessoas diferentes, obviamente, e, assim, ela jamais saberá quem cometeu a indiscrição.
O meu excesso de zelo tem explicação: a presidente já decidiu que não vai esperar, como a maioria dos seus auxiliares deseja, o prazo de desincompatibilização para mandar embora os ministros candidatos.
Não; daqui a, no máximo, 90 dias, todos serão obrigados a deixar seus cargos.Aos de olho nas vagas, saibam que assumirão os secretários-executivosFonte:Robson Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário