sábado, 31 de agosto de 2013

Ex-namorada de ditador norte-coreano é executada junto a grupo de músicos

A cantora Hyon Song-wol, e também ex-namorada do ditador norte-coreano Kim Jong-um, foi executada junto a grupo de músicos na Coreia do Norte sob acusação de gravar e vender pornografia, conteúdo proibido no país. Hyon havia sido presa no dia 17 de agosto, e foi executada três dias depois em público. Outros onze músicos também foram executados sobre pena de serem comparsas da ex-namorada do ditador. Todos foram executados diante de outros membros de seus grupos e de seus familiares, que teriam sido transferidos para campos de concentração no país. Foto: Reprodução/ news.com.au (arquivo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário