sexta-feira, 31 de maio de 2013

47% dos brasileiros aceitariam ter um filho gay, diz pesquisa

Aceitar a homossexualidade de um filho ou filha é uma possibilidade restrita a 47% dos brasileiros, segundo concluiu uma pesquisa do Instituto Data Popular divulgada nesta sexta-feira (31). Já o índice de rejeição, de acordo com os dados, fica em torno dos 37% da população, parcela considerada alta pelo instituto. A pergunta "Você aceitaria numa boa ter um(a) filho(a) homossexual?" foi feita a mais de 1,2 mil brasileiros de 100 cidades em todas as regiões do país nos três primeiro meses deste ano. Cerca de 16% dos entrevistados não souberam responder. Entre os mais jovens, de 16 a 34, a afirmação positiva foi dada por mais de 50% dos entrevistados. Os mais conservadores, no entanto, são os homens, entre os quais 45% disseram que não aceitariam um filho gay, e as pessoas com mais de 50 anos, 46%. 
O levantamento mostra ainda que 42% dos brasileiros concordam com os direitos dos casais formados por pessoas do mesmo sexo, enquanto 38% discordam. Segundo informações preliminares do Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem mais de 60 mil casais homossexuais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário