segunda-feira, 29 de abril de 2013

Vasco estuda vender Bernardo após tortura em favela do Rio

Marcelo Sadio/vasco.com.br/Divulgação
O Vasco iniciou o mês de abril convicto da necessidade em negociar jogadores até o final do ano e alcançar a meta de R$ 70 milhões estipulada no orçamento também com a chegada de novos patrocinadores. Dedé, Eder Luis e Bernardo foram escolhidos entre os cotados no mercado. Porém, o episódio envolvendo a tortura do último por traficantes do Complexo da Maré esfriou a iniciativa. A diretoria vê a desvalorização do meia e estuda uma forma de resolver a questão antes do término da temporada.
Uma futura negociação de Bernardo esbarra em obstáculos consideráveis. O Cruzmaltino esperava valorizá-lo e arrecadar ao menos R$ 3 milhões com a transação. Mas se vê de mãos atadas pela duração de contrato (dezembro de 2015), as recentes polêmicas e a cirurgia no joelho esquerdo que será realizada na próxima quarta-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário