domingo, 31 de março de 2013

CANDIDATURA DE MARINHO EM SP GANHA FORÇA NO PT

: SP247 – O prefeito reeleito de São Bernardo de Campo, Luiz Marinho, é o primeiro nome que o ex-presidente Lula escolheria para disputar o governo de São Paulo contra o tucano Geraldo Alckmin no ano que vem. Ele, porém, declinou o convite e a segunda opção do cacique petista passou a ser o ministro Alexandre Padilha, da Saúde, maior pasta em evidência hoje no governo.
Apesar de negar ser candidato, Luiz Marinho vem ganhando força como opção para 2014. Muitos da cúpula do PT paulista vêm dizendo que ele é a "melhor alternativa" e "o candidato mais viável", de acordo com a coluna de Ilimar Franco, do jornal O Globo, deste domingo. Fundador do PT, Marinho é amigo de longa data do ex-presidente, além de ser prefeito do município que é o berço do sindicato dos metalúrgicos, onde começou a vida política de Lula.

Na avaliação do ex-presidente, que concedeu entrevista ao jornal Valor Econômico nesta semana, Luiz Marinho seria uma "figura nova", definição que vem ao encontro do discurso de renovação do partido, o mesmo usado para eleger o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. Em entrevista ao 247, o presidente do PT-SP, Edinho Silva, não cogita o nome do prefeito de São Bernardo como um dos possíveis candidatos, afirmando que ele "acabou de ser reeleito".

A estratégia do PT é lançar o nome para a eleição paulista no início do segundo semestre, a fim de facilitar a atração de aliados, como o PMDB, que deve ficar com a vice, se for cumprido o desejo dos petistas. É preciso ainda definir as chances dos outros nomes cogitados pela legenda: os ministros da Educação, Aloizio Mercadante, e o da Fazenda, Guido Mantega. Para Edinho Silva, todos têm condições de disputar em São Paulo. O critério, segundo ele, deveria ser quem pode deixar o governo federal neste momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário