quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Escolas são atacadas pelo talibã no Paquistão


AFP - Agence France-Presse
Militantes talibãs são suspeitos da explosão de quatro escolas para meninos na madrugada desta quinta-feira (28) numa zona tribal do noroeste do Paquistão, próximo à fronteira com o Afeganistão. As informações são de autoridades de segurança do país.

Ninguém ficou ferido nestes ataques, realizados no distrito tribal de Mohmad, palco de enfrentamentos esporádicos entre o Exército paquistanês e talibãs locais.

"Os insurgentes do TTM (Tehreek-e-Taliban Mohmand, movimento dos talibãs do distrito de Mohmad) bombardearam quatro escolas por volta das 2h30 da manhã", disse à AFP uma autoridade do serviço de informação, que pediu para não ser identificada.

"As quatro escolas ficaram completamente destruídas", explicou Liaqat Ali, funcionário do governo.

Os insurgentes se opõem à educação laica e atacaram ao longo dos últimos anos centenas de escolas no noroeste do Paquistão, principalmente instituições para meninas, acusando o exército de usarem estes prédios como refúgio para os combates.

Os talibãs paquistaneses, que combatem desde 2007 as forças de segurança paquistanesas, reivindicaram em outubro passado a tentativa de assassinato da jovem militante pelo direito à educação das meninas Malala Yousafzai.

A jovem paquistanesa escapou milagrosamente do atentado e foi operada no início de fevereiro num hospital de Birmingham, na Inglaterra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário