terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Funcionários da Coca-Cola no Brasil ameaçam entrar em greve

A revisão dos critérios da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) pode levar à greve de trabalhadores de grupo responsável pela produção e distribuição da Coca-Cola no Brasil. Aproximadamente 15 mil funcionários da Spal, do grupo Femsa, esperam o dinheiro da PLR de 2011, enquanto a Spal se defende com o argumento que o pagamento não foi efetuado porque as metas não foram alcançadas, informou o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA), Artur Bueno de Camargo. “Caso não haja uma solução, a greve geral é a única alternativa aos trabalhadores”, disse Camargo ao Estado de S. Paulo. Segundo ele, em 2012 praticamente não houve pagamento da PLR e para esfriar os ânimos, a Spal pagou 25% do salário antecipado de bonificação do ano passado, embora depois tenha alegado que o dinheiro serviria para pagar 25% da PLR. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário