segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Queniano vence e Giovani dos Santos chega ao pódio, foi o 4º colocado


Após uma disputa acirrada nos últimos quilômetros, o queniano Edwin Kipsang venceu a Corrida Internacional de São Silvestre. Quarto colocado, Giovani dos Santos garantiu a presença do Brasil no pódio da 88ª edição da tradicional prova, disputada na manhã desta segunda-feira. Os representantes do continente africano dominaram a prova desde o início. Giomar Pereira da Silva, do Cruzeiro, chegou a acompanhar o grupo até a região do Estádio do Pacaembu, mas deixou o pelotão rapidamente e a briga pela vitória ficou restrita aos estrangeiros. Os quenianos Edwin Kipsang, Mark Korir e Joseph Aperumoi imprimiram um ritmo forte e passaram a disputar a liderança. O último foi contratado para representar o Cruzeiro, que poucos minutos antes contou com a queniana Maurine Kipchumba para vencer. O brasileiro Giovani dos Santos, campeão da Volta da Pampulha e principal esperança de vitória do Brasil na São Silvestre, não chegou a participar diretamente da disputa pela liderança, mas se manteve a uma distância razoável do grupo que liderava a prova. Mais inteiros, Edwin Kipsang e Mark Korir aceleraram e passaram a liderar a corrida de forma confortável na altura do nono quilômetro. Na subida da Brigadeiro Luís Antônio, em um ritmo impressionante, o primeiro se desgarrou e partiu para conquistar a vitória. Aperumoi reagiu nos últimos metros e chegou a ultrapassar Korir. Ainda que tenha demonstrado força na parte final, o representante do Cruzeiro não conseguiu alcançar o compatriota Kipsang. Giovani dos Santos cruzou a linha de chegada no quarto lugar e foi o melhor brasileiro. 

Feminina
A queniana Maurine Kipchumba venceu a 88ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre com facilidade. Contratada para representar o Cruzeiro na prova disputada nesta segunda-feira, a competidora africana aumentou o jejum de atletas brasileiras na disputa. A última brasileira a vencer a São Silvestre foi Lucélia Peres, na temporada de 2006. Desde então, ganharam as quenianas Alice Timbilili (2007 e 2010), Pasalia Chepkorir (2009), Priscah Jeptoo (2011) e Maurine Kipchumba, além da etíope Yimer Wude Ayalew (2008). Campeã da Volta da Pampulha no começo de dezembro, Kipchumba, 24 anos, venceu com facilidade nesta segunda-feira e garantiu o triunfo ao Cruzeiro, clube que não costumava investir em atletas africanos. Tatiele Carvalho, sexta colocada, ficou fora do pódio, mas foi a melhor representante do Brasil na corrida.

Cadeirante
O primeiro a cruzar a linha de chegada na 88ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre, Jaciel Antonio Paulino comemorou o tetracampeonato da prova na categoria cadeirantes. Ele encerrou o percurso de 15 quilômetros da corrida, nesta segunda-feira, com o tempo de 46min01s. O segundo colocado foi Fernando Aranha Rocha e Carlos Neves de Souza completou a lista dos três primeiros. Com a vitória, Jaciel se tornou tetracampeão da tradicional prova pelas ruas da capital paulista. Ele ainda não superou a marca do pentacampeão Fernando Aranha, que foi o segundo colocado, mas já está de olho em igualar a marca do amigo. “Quero colar nele. Eu admito muito o Fernando, sou um fã e espero ser campeão ano que vem também para igualar a marca”, projetou o pernambucano. (Gazeta Press)

Nenhum comentário:

Postar um comentário