domingo, 30 de dezembro de 2012

Chile: 96,6% dos integrantes do Exército rejeitam entrada de homossexuais na instituição

Uma pesquisa realizada pelo Exército do Chile mostra que 96,6% dos oficiais e suboficiais rejeitam o ingresso de homossexuais na instituição. Entre os entrevistados, 52,1% declararam que são contra o homossexualismo. O levantamento divulgado neste domingo pelo La Tercera aponta que cerca de 9 mil militares de carreira foram consultados e apenas 3,4%, afirmaram que aceitam a entrada. O comandante-em-chefe do Exército, José Miguel Fuente-alba, disse que os resultados da consulta 'refletem o que ocorre no Chile', e afirmou que ser militar 'é uma profissão em que as exigências trabalhistas e de liderança são diferentes das de outras profissões'. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário