quarta-feira, 31 de outubro de 2012

01 DE NOVEMBRO


1º de Novembro – Dia do Sepultador

A profissão de sepultador foi recentemente regulamentada pela nova Classificação Brasileira de Ocupações (CBO). No entanto, o reconhecimento não foi suficiente para diminuir o preconceito contra este profissional mais conhecido como coveiro.

Coveiro, ou sepultador, é o profissional que trabalham garantindo a organização dos cemitérios, a limpeza das covas e jazigos, cavando e cobrindo sepulturas, carregando caixões, realizando sepultamentos e exumações, entre outras funções. Geralmente, a administração do cemitério é realizada por uma equipe de coveiros e serventes, além de um profissional de chefia que faz a organização financeira e administrativa.
O trabalho é pesado e pode ser insalubre. No entanto, trata-se de uma atividade fundamental em qualquer sociedade.
Para homenagear este profissional tão pouco reconhecido, a Lei número 12.940/08 instituiu o Dia do Sepultador, a ser comemorado no dia 1º de novembro em todo o Estado de São Paulo.
Somente na capital paulista há cerca de 4 milhões de pessoas sepultadas nos diversos cemitérios locais. Mensalmente, mais de 5 mil enterros são efetuados, além de 300 exumações. Fonte: Folha Universal  / Brasil Profissões

1º de Novembro – Dia Mundial do Veganismo – World Vegan Day

O veganismo é uma filosofia prática motivada por convicções éticas ou um estilo de vida com base nos Direitos Animais, que procura evitar exploração ou abuso dos mesmos, através do boicote a atividades e produtos considerados especistas.

O dia 1º de Novembro é marcado pelo Dia Mundial Vegano, que é comemorado desde 1994, quando a Vegan Society da Inglaterra comemorou 50 anos de criação.
O termo inglês vegan foi usado pela primeira vez em 1944, pela Associação Vegetariana Inglesa. Trata-se de uma abreviatura que parte da palavra “vegetarian“, em que se consideram as 3 primeiras letras e as 2 últimas para formar a palavra vegan. O mesmo em português, na formação do termo vegano (s.m. adepto do veganismo – fem. vegana). Tem sido usado também o termo veganista para se referir aos adeptos do veganismo, ou mesmo o original em inglês, vegan.
Carnes, gelatina, lacticínios, ovos, mel e quaisquer alimentos de origem animal, que envolvam sua morte ou exploração, não fazem parte de uma dieta vegana. Consomem-se basicamente cereais, frutas, legumes, vegetais, hortaliças, algas, cogumelos e qualquer produto, industrializado ou não, desde que não contenha nenhum ingrediente de origem animal.
Artigos em peles, couro, lã, seda, camurça ou outros materiais de origem animal (como adornos de pérolas, plumas, penas, ossos, pêlos, marfim) são preteridos, pois implicam a exploração dos animais que lhes deram origem. Sendo assim, um vegano se veste de tecidos de origem vegetal (algodão, linho, etc.) ou sintéticos (poliéster, etc.). Mais em Fonte: Wikipédia

1º de Novembro – Dia de Todos os Santos – All Saints’ Day

Os católicos homenageiam muitos santos no seu próprio “dia”, que é geralmente o aniversário de sua morte. No entanto, com milhares de santos canonizados, apenas uma pequena porcentagem é regularmente reconhecida. No século sétimo, o Papa Bonifácio IV estabeleceu oficialmente o Dia de Todos os Santos para assim homenagear todos os santos e mártires, conhecidos ou não, em um só dia. A história registra tal dia sagrado antes da época de Bonifácio, mas não era um dia amplamente guardado.

Originalmente, os cristãos dedicavam o 13 de maio ao Dia de Todos os Santos. Porém, no século VIII, o Papa Gregório III o mudou para dia 1º de novembro.
All Saints’ Day (in the Roman Catholic Church officially the Solemnity of All Saints and also called All Hallows or Hallowmas), often shortened to All Saints, is a solemnity celebrated on 1 November in Western Christianity, and on the first Sunday after Pentecost in Eastern Christianity, in honour of all the saints, known and unknown. Fonte: HowStuffWorks / Wikipédia


Nenhum comentário:

Postar um comentário